Eu quero sentir o sopro do meu além. Para ser mais do que eu, pois tão pouco sou.
Clarice Lispector.

(Source: rubidea, via memoriasemretalhos)

This was posted 4 days ago. It has 287 notes.
This was posted 1 week ago. It has 0 notes.
… Por que não tornar-se aquele
Que vive com uma lua cheia em cada olho
Que está sempre dizendo
Com essa lua doce
Linguagem
Que cada outro olho neste mundo
Está morrendo de vontade de ouvir.
Rumi
This was posted 1 week ago. It has 0 notes.

Ernst Haeckel, Kunstformen der Natur : Art Forms of Nature (Lithographic and Autotype prints), Published in sets of ten between 1899 and 1904.

(Source: magictransistor, via cornflake)

This was posted 2 weeks ago. It has 5401 notes.

(Source: learninghowtofeelthesun)

This was posted 2 weeks ago. It has 172 notes.

(Source: sleepyandwild)

This was posted 2 weeks ago. It has 7403 notes.

(Source: jaenightwalker)

This was posted 2 weeks ago. It has 262 notes.

sassiestravenclaw:

generic-art:

5-Year-Old With Autism Paints Stunning Masterpieces 

Autism is a poorly-understood neurological disorder that can impair an individual’s ability to engage in various social interactions. But little 5-year-old Iris Grace in the UK is an excellent example of the unexpected gifts that autism can also grant – her exceptional focus and attention to detail have helped her create incredibly beautiful paintings that many of her fans (and buyers) have likened to Monet’s works.

Little Iris is slowly learning to speak, whereas most children have already begun to speak at least a few words by age 2. Along with speech therapy, her parents gradually introduced her to painting, which is when they discovered her amazing talent.

“We have been encouraging Iris to paint to help with speech therapy, joint attention and turn taking,” her mother, Arabella Carter-Johnson, explains on her website. “Then we realised that she is actually really talented and has an incredible concentration span of around 2 hours each time she paints. Her autism has created a style of painting which I have never seen in a child of her age, she has an understanding of colours and how they interact with each other.”

Much better version of the same subject matter I posted earlier.

I am a fucking art major and could never make anything this good

(via mor-phing)

This was posted 3 weeks ago. It has 291595 notes.

Polytela Gloriosae

Polytela Gloriosae

(Source: nikolawashere, via mor-phing)

This was posted 1 month ago. It has 96169 notes and a high-res version.

(Source: disneygifs, via the-absolute-best-posts)

This was posted 1 month ago. It has 12649 notes.

(Source: explodes-into-space, via the-absolute-best-posts)

This was posted 1 month ago. It has 213760 notes.

Você precisaria de tempo para tirar as máscaras. Que máscaras? Para inventar as máscaras ou falar delas, você precisa de tempo. No Zen, costumam dizer que todos os desejos, todas essas construções mentais, são como flores no ar. 

Dê uma olhada! Tem alguma flor no ar? 

Agora, arrume essas flores que estão no ar. Você consegue? Veja quanto tempo você perde tentando arrumar algo ilusório – maya. Você está tentando arrumar algo que nem existe. 

Sei que não é tão fácil de entender, mas tente acompanhar, devagarinho, até que esteja cozido o suficiente para que você possa saborear. 

Não tem máscaras. Assim como não tem problemas. Veja! Tudo o que capitalizamos como problemas e, ainda, reverenciamos como “nossos”, não passam de flores no ar. Olhe nesse instante: qual é o seu problema? Tem algum problema? 

A simplicidade é constrangedora, não é? 

E dá muita paz. 

Sim. Toda a paz do mundo. Não tem problema.

Satyaprem… <3

1 month ago
Amor pelo Amor.
O Amor está apaixonado pelo Amor,
o Amor está amando o Amor no outro - que não existe -,
que é amor, que é ele mesmo.
Se você realmente quer amar, ame o supremo Ser agora.
Ame a suprema Verdade, agora.
E esse amor é profundamente libertador, esse amor é liberdade.
Satyaprem
This was posted 1 month ago. It has 0 notes.

VAGABUNDOS ILUMINADOS

"Mas eu tinha minhas próprias idéias e elas não tinham nada a ver com a parte "lunática" de tudo aquilo. Eu queria comprar um equipamento completo com tudo que é preciso para dormir, abrigar-se, comer, cozinhar, na verdade uma cozinha e um quarto completos bem nas minhas costas, e partir para algum lugar e encontrar a solidão perfeita e olhar para o perfeito vazio da minha mente e ser completamente neutro em relação a qualquer e toda ideia. Pretendo rezar, também, como minha única atividade, rezar por todas as criaturas vivas; percebi que essa era a única atividade decente que sobrara no mundo. Estar no leito de um rio em algum lugar, ou no deserto, ou nas montanhas, ou em alguma cabana do México ou em um barraco em Adirondack, e descansar e ser gentil, e não fazer nada além disso (…).”

Trecho de “Os Vagabundos Iluminados”, de Jack Kerouac

1 month ago

(Source: mildcakes, via the-absolute-best-posts)

This was posted 1 month ago. It has 138846 notes.